Exercícios

Exercícios de Cross Fit para fazer em qualquer lugar – parte 6

Olá amorecos, tudo lindo? Esse exercício besta de tão fácil é sensacional para ajudar a firmar o braço. Sabe qdo a gente dá tchauzinho e balança tudo? Afffff!! Feio demais. O meu ainda está super balançando (kkkkkkk) apesar de ter emagrecido a beça. É pq nunca preocupei muito em fazer exercício pra essa parte do corpo e é a que mais fica a mostra, né? Eu dou tchau o show inteiro. Que boba eu de nunca ter cuidado do bracinho, né?? Bom, antes tarde do que nunca. Como todos exercícios dessa série, vcs podem fazer simplesmente em qualquer lugar. Então mãos a obra, quer dizer, braços a obra!!
http://www.colaemmimquevoceseca.wordpress.com
Meu look: DMC Fitness (Instagram: @dmcfitnessbh)
Professor: Marcelo Kennedy (CREF: 005353)
Meu instagram e twitter: @fernandagarcya

Padrão
Sem categoria

Antes e depois!

ad

Mais um antes e depois pra vcs!! Gente, juro que qdo olho para a primeira foto não me reconheço… É esquisito demais. Durante a maior parte da minha vida fui uma pessoa muito magra. Fui uma criança magra, uma adolescente magra e até meus 28 anos nunca soube o que era estar realmente acima do peso. Dos 28 até agora (35) minha vida foi uma montanha russa, em se tratando de peso. Tive momentos mais magra, outros mais gordinha. Em 2010, cheguei aos 66. Fiz tratamento, emagreci. Em 2012 tava super magra (tinha chegado aos 58) e depois da última cirurgia de endometriose (outubro de 2012) comecei a engordar, engordar até que cheguei aos 70. Poxa vida, é num piscar de olhos que a gente de magra passa a gorda e nem notou. Mas os quilos não chegam de uma só vez. É aos poucos, só que a gente não liga. Pensamos assim: “Ah, só um pouquinho, daqui a pouco perco” e assim, de pouquinho em pouquinho vc vira outra pessoa, perde todas as suas roupas e só vai ficando mais triste. Bom, comigo foi assim. Eu sempre protelava e deixava pra amanhã a dieta. Me permitia comer qualquer coisa e me entregava à preguiça na cara dura. Mas na hora que me olhava no espelho era um choro só. E qdo via minhas fotos de show?? Ave Maria, queria apagar todas. Sair de casa era um suplício, mas como me manter escondida se meu trabalho é pura exposição? Na televisão parecia que dobrava o tamanho. Tinha pânico qdo alguém tirava foto da tv e me marcava.

Hoje em dia amo expor minha figura em público!! kkkkk! Falou que é pra sair, já vou me embonecar e tenho prazer em escolher a roupa. É tão bom poder ser eu mesma de novo!! Hoje, olho minhas fotos antigas e não sinto uma pontada no coração como antes. Pra mim é como se o tempo não tivesse passado, a não ser pelas minhas experiências e minhas conquistas!!

2000a

Nessa foto eu tinha 19 anos. Foi meu primeiro carnaval. Ano: 2000.

Super magra, devia estar pesando uns 50 quilos. Antes disso sempre fui magra assim e permaneci até começar a ter problemas com a chata da endometriose.

Enfim, cada um sabe onde o calo aperta. Tem quem esteja acima do peso e está feliz. Eu não!! Pra mim, estar gordinha sempre foi um sofrimento e se vc faz parte desse time, sinta-se a vontade aqui, esse espaço é seu!! #colaemmimquevoceseca

Padrão
Dicas da Fefê

50 tons de transformação!

antes e depois

Antes e depois. A primeira foto no início de 2014 e a segunda foi tirada ontem. Ambas no programa de TV que eu trabalho. Televisão engorda horrores. Se eu já tava gorda pessoalmente, imagina na telinha. Aff!! Vendo essa foto decidi fazer uma listinha com algumas das mudanças que de um ano pra cá eu efetuei na minha vida. Espero que gostem!!

  1. Parei de me achar vítima e decidi tomar as rédeas da minha vida;
  2. Substituí o açúcar no café pelo adoçante;
  3. Troquei a manteiga por requeijão ou ricota light;
  4. Parei de comer farinha branca e passei a consumir integral (arroz, macarrão, pão);
  5. Agora só como queijo branco e magro ao invés do queijo amarelo;
  6. Entra o peito de peru defumado ou blanquet e sai a mortadela;
  7. Não repito mais o prato principal;
  8. Cortei da minha vida os salgadinhos (chips);
  9. Procuro sempre levar uma ou duas maçãs na bolsa;
  10. Carrego na bolsa também um biscoito sem glúten, nem lactose que salva no trânsito;
  11. Abandonei a crença de que preciso comer porcaria pra ver filmes;
  12. No cinema não como mais aquele balde gigante de pipoca com manteiga;
  13. Procuro me exercitar todos os dias, nem que seja por meia hora;
  14. Peso-me todos os dias pra controlar o corpinho;
  15. Acabei com minha preguiça, agora estou sempre fazendo alguma coisa;
  16. Acrescentei salada nas minhas refeições;
  17. Passei a consumir muito mais fruta;
  18. Prefiro sempre a fruta ao suco;
  19. Mas não me esqueço de que até fruta demais engorda;
  20. Não tomo mais suco de caixinha;
  21. Não como biscoito;
  22. Coloco chia em várias receitas;
  23. Como aveia pelo menos uma vez por dia;
  24. Procuro tomar água toda hora;
  25. Como sempre de três em três horas;
  26. Hoje em dia escolho minhas batalhas, ou seja, pra eu consumir calorias adicionais precisa ser uma coisa que valha muuuuuito a pena;
  27. Cortei o álcool completamente da minha vida nos três primeiros meses (período em que perdi 13 quilos);
  28. Agora procuro beber somente em ocasiões bem especiais e comedidamente (lembrando que cada taça de espumante ou vinho equivale, em média, a um pão francês);
  29. Não tomo mais cerveja;
  30. Parei de temperar minha salada com sal (eu colocava sal em tudo);
  31. Penso antes de comer. Anotar o que consome ajuda bem, para isso existem vários aplicativos que ajudam a controlar a quantidade de calorias consumidas diariamente;
  32. Tiro sempre a pele do frango antes de comer;
  33. Não como a gordura da carne;
  34. Sempre que posso, opto pela carne branca;
  35. Prefiro sempre comer comida ao invés de lanchinhos fortuitos;
  36. Praticamente não como fritura (na minha casa é nunca mesmo);
  37. Antes comia um pacote de pão de queijo todo dia, hoje evito, só como em festa;
  38. Parei de comprar quitutes mineiros como broa, caçarola, bolo de fubá e outras tentações que são difíceis de resistir se tiver em casa;
  39. Deixo sempre alface e tomate lavados e prontos para serem consumidos na geladeira, isso evita dar preguiça na hora de comer;
  40. Sempre tenho coisas que posso comer em casa. A compra deve ser planejada pra gente não comer qualquer coisa por falta de opção;
  41. Nunca vou dormir com fome e nunca pulo o café da manhã;
  42. Antes de sair pra uma festa, procuro comer em casa pra não chegar com tanta fome;
  43. Tomo suco verde todos os dias (tem que ser feito na hora);
  44. No frio prefiro jantar sopas e caldos;
  45. Quando acabo de comer e quero repetir, saio da mesa e dou uma volta. Sempre passa a vontade;
  46. Não fico mais com esse papinho de “hoje pode” ou “eu mereço”. Merecer eu mereço um corpo que me agrade e não ficar me sabotando;
  47. Procuro difundir a vida saudável para todos a minha volta, mas só dou palpite pra quem me pede;
  48. Acho muito deselegante controlar o que os outros servem no prato e odeio que reparem no que estou comendo (impressionante como as pessoas se incomodam com o que eu não como, que saco);
  49. Agradeço a Deus todos os dias pela graça de ter força de vontade;
  50. Me permito vez ou outra extrapolar, afinal a vida não pode ser uma prisão e precisamos buscar um equilíbrio entre a alimentação saudável e o prazer de comer sem culpa.
Padrão