Vida Saudável

Pequenas mudanças, grandes resultados!

O primeiro post foi para me apresentar para vcs e contar um pouquinho da minha história. Agora vou entrar na parte prática da coisa.
Antes de tudo quero que olhem essas fotos a seguir. A primeira é um marco pra mim. Não foi nesse dia, mas nessa semana eu comecei a cuidar da alimentação. Lembro que era um sábado e eu tinha duas festas pra ir aqui no condomínio onde moro, o Retiro do Chalé. O primeiro era uma pool party e almoço e a segunda jantar. Uma grande tentação para quem está ainda no início do processo. Lembro que levei água com gás e limão. Com certeza, em outros tempos, levaria espumante pro almoço e a noite levaria vinho tinto. Certeza. Mas dessa vez não. Evitei as entradinhas e belisquetes. Quando serviram o almoço, comi com moderação. Era frango ao molho pardo. Comi um pedaço do frango, comi quiabo e um pouco de arroz. Juro que não fiquei com fome. A noite o cardápio era parecido: Frango com quiabo. Fiz a mesma coisa. Nada de beliscar e fiz apenas as refeições principais.
Vamos às fotos: a primeira em setembro de 2014 e a segunda, hoje, dia 04 de maio de 2015.

Screenshot_2015-05-04-14-34-53-2              face

Esse short é o mesmo. Na primeira foto ele ficava bem justinho (o cinto era só um charme) e na segunda, ele virou um balão. Não reparem a cara sem uma gota de make e toda amassada de quem acabou de acordar. Mas não ligo. Tem a parte do glamour, sim!! Mas não quero enganar ninguém que acordo maravilhosa e produzida, afinal esse blog é para pessoas de carne osso como todos nós somos.

Uma coisa que acontece é que parece que as pessoas se incomodam muito quando a gente não está bebendo. Vcs também sentem isso??? As pessoas se incomodam se a gente come pouco, se a gente não bebe, se incomodam se estamos gordas ou magras demais. Preciso continuar com o raciocínio? Óbvio que não, né? Danem-se os outros. #prontofalei!!

Nunca, jamais vamos conseguir agradar todo mundo. O importante é estarmos felizes com a gente. O que eu mais ouço hoje em dia é: “Vc não vai mais emagrecer, né? Tá magra demais”.

Bom, vou emagrecer o quanto eu quiser e sentir necessidade e cada um tem que saber o que precisa. Sem pirar, sem querer atingir metas impossíveis, sem prejudicar a saúde, pq isso sim é um grande problema.

Então é isso. Não importa se é segunda, se é fim de semana, se vc está em casa ou se tem festa. Minha primeira dica é: comece agora, já, nesse segundo. Não espere aquele doce que está na geladeira acabar, não acabe com todas gordices da dispensa, não faça isso com vc. Não espere aquela festa passar pra começar. Sempre virão outros doces, outras gordices e outras festas. Se isso for um empecilho, vc nunca vai conseguir.

Tem que parar de beber? Olha, vou ser muito sincera. Acho que, pelo menos no início, enquanto vc tiver muitos quilos para perder e um longo caminho pela frente, acho uma boa cortar, sim. Álcool engorda demais. E com ele todos os tira-gostos e acompanhamentos. Vai de água mesmo. Pode ser aromatizada, com limão, do jeito que quiser. Suco engorda e refri light também não é uma boa opção!!

Pelo menos comigo foi assim!!

Lembrando que não sou nutricionista e nem uma profissional de educação física. Esse processo se deu comigo e funcionou muito bem. Estou aqui pra te motivar e te dar umas dicas básicas. O ideal é procurar profissionais competentes para elaborar uma dieta específica pra vc e um programa de treino condizente com sua avaliação física, idade, peso, objetivo etc!!

No próximo post vou falar da alimentação do dia a dia e das primeiras mudanças.

Beijos e #colaemmimquevoceseca

Padrão
Sem categoria

Oi, mundo!!

Segunda feira é o dia internacional dos começos e recomeços e nada melhor que o dia de hoje para começar um blog, uma nova etapa na minha vida.
Bom, primeiramente vou me apresentar para os que ainda não me conhecem:
Eu sou Fernanda Garcya, tenho 34 anos, sou cantora há 18, formada em jornalismo desde 2003 e há oito meses adepta de um estilo de vida completamente saudável.

 

Sempre fui uma pessoa bem magrinha, nunca me preocupei com alimentação, dietas, nada. Aos 20 e poucos anos até tomava Biotônico Fontoura com ovo de pata, leite condensado etc porque meu avô Lair dizia que era bom pra gente ficar forte!! Assim foi até meus 26 anos até que uma doença pra lá de chatinha mudou minha vida e meu metabolismo.
Endometriose. Conhecem??
Já foram quatro cirurgias pra me livrar da danada. A cada cirurgia, um novo tratamento hormonal e consequentemente muitos, muitos quilos a mais. Com a doença veio o diagnóstico de infertilidade e busquei uma fertilização in vitro pra realizar o desejo da maternidade. Infelizmente o tratamento não me fez engravidar. Ganhei somente os quilos a mais que só quem já passou por isso sabe como é.
Nessa altura do campeonato eu já estava com 70 quilos (eu tinha dito pra todos que era 66, mas, descobri que minha balança está roubando quatro quilos, então não estranhem a diferença nos pesos) e morreeeeeendo de pena de mim mesmo. Perdi todos meus figurinos de show e minhas roupas do dia a dia também. Passava horas na frente do espelho quebrando a cabeça do que vestir, mas nada ficava de fato bonito. Trabalho na televisão também e toda vez que me assistia ficava horrorizada com meu tamanho.
Eu chorava tanto na porta do meu armário, chorava quando via minhas fotos, mas isso só me deixava com mais pena de mim ainda. Pensava que eu não tinha culpa por estar gorda, que eram os hormônios, a doença, e isso embaçava minha visão e não me deixava tomar uma atitude.
Um belo dia decidi uma coisa muito importante: eu não tinha culpa de ter ficado doente, de ter engordado, de ter o metabolismo mudado. Realmente. Não tinha culpa MESMO. Porém, só existia uma pessoa que podia consertar isso, independentemente de quem fosse essa culpa: EU. SOMENTE EU.
Parei de morrer de dó de mim e decidi tomar as rédeas da minha vida. Nessa conscientização percebi que eu era mais culpada do que imaginava. Que estava comendo errado SIM e que tinha muito a ser feito.
Comecei com grandes mudanças na minha rotina e nos primeiros 15 dias perdi seis quilos!!
Hoje, oito meses depois, estou com 57 quilos, com um percentual de gordura de 22% e muito feliz, mas não parei por aqui. Ainda quero abaixar esse percentual pra menos de 20% e ganhar mais músculos.
Meu manequim que era 42 hoje virou 36.

 

17

Essa foto foi tirada no carnaval de 2014. Essa roupa é linda e super me emagreceu. Mas hoje qdo olho vejo que eu estava muito gordinha.

01

Olha que diferença!!! Essa foto foi no carnaval desse ano, 2015. Treze quilos a menos e bem magrinha e feliz!!!

 

2

Réveillon de 2013/2014! Me senti horrorosa nesse dia.

 

10885041_560368564066504_4951663400241649504_n

Reveillon desse ano 2014/2015. Quanta diferença, não é, minha gente??

 

Então, decidi criar o blog atendendo a pedidos!! Se eu ajudar UMA pessoa a mudar de vida, já vai ter valido a pena.
Não faço isso com objetivo financeiro, nem para aparecer, essa não é minha profissão, meu negócio é cantar mesmo!! Mas quero muito dividir essa alegria, compartilhar com outras meninas e meninos que sofrem como eu sofri, que eles são capazes sim. Que se eu consegui qualquer pessoa pode também. A hashtag #colaemmimquevoceseca era uma brincadeira, mas virou coisa séria!! E aí, quer colar comigo??

Padrão